segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Até o fim (História da canção)


Em maio do ano de 2014, o Senhor começou a ministrar ao meu coração sobre a importância de permanecer firme nos propósitos Dele em meu viver. Muitas mudanças trouxeram desânimo e dúvidas na minha vida ministerial, assim também como o cansaço nas atividades que exercia no Reino naquele momento. Em dias assim, desistir parece ser a única opção que traz alívio e consolo. Embora minha carne pedisse pra parar, sentia em meu espírito que o Senhor deseja que eu prosseguisse. Muitas vezes nos sentimos como Elias (ver 1 Reis 19), que mesmo após vencer poderosamente os profetas de baal pelo poder de Deus, pede o fim de seu ministério. As vitórias por maiores que sejam não suprem nossa necessidade constante de depender de Deus. Assim como Elias, somos de carne e osso e precisamos da força de Deus pra continuar nossa jornada aqui.


Foi nesse tempo de dúvida que busquei a Deus pra obter uma direção, e ao ouvir o texto de Jó 42:10 (E o Senhor virou o cativeiro de Jó, quando orava pelos seus amigos; e o Senhor acrescentou, em dobro, a tudo quanto Jó antes possuía), senti que a solução que eu precisava não era orar sobre os meus problemas no ministério, mas interceder por outras pessoas. Então, Deus começou a me mostrar a vida de duas pessoas em especial, uma passava por uma grave enfermidade e outra por problemas no ministério muito maiores do que os meus. E na medida que intercedia por eles, declarando as promessas do Senhor em Filipenses 1:6 (Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo) e Isaías 55:11 (Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei), o Senhor foi trazendo consolo ao meu coração e me mostrando a importância da missão de encorajar outras pessoas através do ministério que Ele colocou em minha vida.

E assim, Deus foi trazendo a melodia pra que esses versículos fossem cantados, como uma declaração de fé e confiança, sabendo que tudo (alegrias e lutas) faz parte do seu eterno propósito, que Ele é quem têm a última palavra em nossos destinos e, que mediante disso tudo, iremos crer, permanecer e prosseguir até o fim naquilo que Ele nos confiou. Tenho visto a mão de Deus sempre que ministramos esse louvor, e vez após vez, essa unção de encorajamento se renova fortalecendo nossa fé em Jesus Cristo e erguendo nossa cabeça pra enfrentar novas batalhas. Minha oração é que esse testemunho e essa canção abençoem sua vida e que você siga firme, pois Ele já começou a boa obra e irá completá-la em Ti. Que Deus te abençoe.




Nenhum comentário: