domingo, 13 de fevereiro de 2011

Alegria

Por Carlos Antonio Santos

Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer.
(Salmos 51:12)

Estive meditando nesse versículo e Deus me deu uma direção para nossa ministração esse fim de semana. Deus me falou sobre restauração da alegria dele em nossas vidas. E estamos tão acostumados a associar nossa alegria com nossa satisfação pessoal que às vezes é quase impossível encontrar palavras louvor quando passamos por momentos difíceis. A bíblia nos ensina a nos alegrar no Senhor em todo o tempo, ela nos ensina que o motivo principal do júbilo do cristão deve estar na pessoa e obra de Jesus. Na condenação afastada pela sua cruz, na derrota do poder do inimigo sobre nós, na vida abundante que temos em Cristo e no eterno e constante amor demonstrado pelo Senhor.

Nossa alegria não deve estar centrada nas circunstâncias favoráveis mas deve estar firmada na rocha que é o Senhor Jesus. Se nos deixarmos guiar pelas situações jamais encontraremos a alegria plena pois circunstâncias são muito imprevisíveis. As circunstâncias más podem até nos entristecer mas o verdadeiro servo de Deus declara como Habacuque: “Mesmo não florescendo a figueira, não havendo uvas nas videiras; mesmo falhando a safra de azeitonas, não havendo produção de alimento nas lavouras, nem ovelhas no curral nem bois nos estábulos, ainda assim eu exultarei no Senhor e me alegrarei no Deus da minha salvação.” O Senhor é nossa salvação aqui nesta terra e ainda quando nossa vida aqui se acabar, estaremos seguros com ele para todo sempre. O real motivo da nossa alegria deve ser a salvação que temos em Jesus. E com esse Jesus podemos enfrentar todas as coisas, até mesmo as situações adversas da nossa vida passageira aqui na terra.

Por isso, eu te motivo a sondar seu coração e descobrir qual têm sido o motivo da sua alegria. Talvez o inimigo tem tentado rouba-la de você, dizendo que Deus não se importa ou que não te ama pelo fato de estar passando por um deserto em sua vida neste momento. Deus se regozijará em você, com o seu amor te renovará, ele se regozijará em você com brados de alegria (Sofonias 3.17). E Ele quer que você faça dele sua maior fonte da mais verdadeira alegria e paz.