terça-feira, 24 de março de 2009

CONFIANÇA EM MEIO A GUERRA


Escrito por Carlos Santos

1 CRÔNICAS 5

18 Dos filhos de Rúben, e dos gaditas, e da meia tribo de Manassés, homens muito valentes, que traziam escudo e espada, e entesavam o arco, e eram destros na guerra; houve quarenta e quatro mil e setecentos e sessenta, que saíam à peleja.

19 E fizeram guerra aos hagarenos, como a Jetur, e a Nafis e a Nodabe.

20 E foram ajudados contra eles, e os hagarenos e todos quantos estavam com eles foram entregues em sua mão; porque, na peleja, clamaram a Deus que lhes deu ouvidos, porquanto confiaram nele.

21 E levaram preso o seu gado; seus camelos, cinqüenta mil, e duzentas e cinqüenta mil ovelhas, e dois mil jumentos, e cem mil homens.

22 Porque muitos caíram feridos, porque de Deus era a peleja; e habitaram em seu lugar, até ao cativeiro.

Ontem estive meditando no capítulo 5 do livro de primeiro Crônicas e fiquei muito impressionado com essa passagem sobre os filhos da tribo de Rúben. E gostaria de destacar alguns pontos interessantes.



1°) ERAM HABILIDOSOS NA GUERRA MAS DEPENDENTES DO SENHOR

Muitos momentos em minha vida me encontro lutando pela obra de Deus apenas com minhas próprias forças, e não apenas eu, mas tenho visto muita gente se sobrecarregar com os deveres dentro do reino de Deus. Acredito que isso seja um reflexo da extrema confiança que temos em nossos talentos a habilidades. Aqueles homens, que o texto bíblico se refere, eram pessoas preparadas e extremamente competentes do ponto de visto bélico. No verso 18 a palavra diz que eram homens muito valentes e destros na guerra, mas eles sabiam que toda sua sabedoria e habilidades não eram suficientes. Eles dependiam de algo muito além de sua força. Eles dependiam do Senhor dos Exércitos.



2°) NA PELEJA, CLAMARAM A DEUS

Invocar o Senhor por sua ajuda é reconhecer nossa fraqueza e limitação e reconhecer o poder e a soberania de Deus. Em Filipenses 4:6 diz: “Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças.” Veja que a oração é uma forma de adoração em que mostramos nossa dependência Dele. Agradamos o coração de Deus quando mostramos que precisamos de sua ajuda e nos humilhamos ante seu poder.



3°) QUE LHES DEU OUVIDOS, PORQUE CONFIARAM NELE

A confiança em Deus é o grande segredo dos grandes homens e mulheres da Bíblia. Podemos confiar em Deus, mesmo em meio a guerra, porque Ele é fiel o tempo todo para aqueles que o amam de todo coração. O Rei Davi diz no Salmo 27: “Ainda que um exército me cercasse, o meu coração não temeria; ainda que a guerra se levantasse contra mim, no Senhor confiaria.” E ele enfrentou verdadeiras batalhas em toda sua vida mas nunca esqueceu de confiar na fidelidade do Senhor.



Oro para que possamos entender que por melhores que possamos ser e por maiores que sejam nossas habilidades, não somos auto-suficientes no Reino de Deus. O Reino é do Senhor Jesus, e sem ele não podemos fazer absolutamente nada. (Veja João 15:5)

E oro também para que possamos confiar cada vez mais no Senhor. E sair de nossas zonas de conforto e caminhar em direção à guerra, onde iremos experimentar da presença viva de Deus e sermos transformados por sua agir e sua vida em nós.

Que Deus te abençoe.

quarta-feira, 18 de março de 2009

O QUE TRAZ A DESCOBERTA DA PALAVRA?

Escrito por Carlos Santos

2Reis 22

1 Tinha Josias oito anos de idade quando começou a reinar, e reinou trinta e um anos em Jerusalém; e era o nome de sua mãe Jedida, filha de Adaías, de Bozcate.
2 E fez o que era reto aos olhos do SENHOR; e andou em todo o caminho de Davi, seu pai, e não se apartou dele nem para a direita nem para a esquerda.
3 Sucedeu que, no ano décimo oitavo do rei Josias, o rei mandou ao escrivão Safã, filho de Azalias, filho de Mesulão, à casa do SENHOR.
10 Também Safã, o escrivão, fez saber ao rei, dizendo: O sacerdote Hilquias me deu um livro. E Safã o leu diante do rei.
11 Sucedeu, pois, que, ouvindo o rei as palavras do livro da lei, rasgou as suas vestes.

Vemos acima a história do rei Josias que encontra o livro da lei e em decorrência dessa descoberta se torna um agente de transformação em seu tempo. O livro de 2 Reis é marcado por reis que foram desobedientes a palavra do Senhor, mas Josias vem para nos ensinar sobre o poder transformador que a palavra do Deus Vivo.

Podemos observar quatro coisas que são trazidas pela descoberta da palavra de Deus em nossas vidas


1°) A PALAVRA DE DEUS TRAZ QUEBRANTAMENTO (2 RS 22:11)

“Sucedeu, pois, que, ouvindo o rei as palavras do livro da lei, rasgou as suas vestes.”

Hoje se fala muito sobre quebrantamento em nossas igrejas como se isso fosse apenas uma leve emoção fruto de experiências na presença de Deus. Mas na Bíblia, o quebrantamento está intimamente ligado ao arrependimento dos pecados cometidos.
Um quebrantado coração que move o coração de Deus é um coração que se arrepende e se humilha diante do Senhor. O texto acima diz que o rei rasgou as suas vestes e esse era um sinal de humilhação e arrependimento.


2°) A PALAVRA DE DEUS TRAZ DESPERTAMENTO (2 RS 22:13)

“Ide, e consultai o SENHOR por mim, pelo povo e por todo o Judá, acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do SENHOR, que se acendeu contra nós; porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras deste livro, para fazerem conforme tudo quanto acerca de nós está escrito.”

A palavra de Deus sempre nos confronta, visando a restauração do nosso caráter conforme a imagem de Deus. O conhecimento trouxe um despertar à obediência. Em 2 Timóteo 3:16 diz que toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça.


3°) A PALAVRA DE DEUS TRAZ RESPOSTA (2 RS 22:18~20)“18 Porém ao rei de Judá, que vos enviou a consultar o SENHOR, assim lhe direis: Assim diz o SENHOR Deus de Israel, acerca das palavras, que ouviste: 19 Porquanto o teu coração se enterneceu, e te humilhaste perante o SENHOR, quando ouviste o que falei contra este lugar, e contra os seus moradores, que seria para assolação e para maldição, e que rasgaste as tuas vestes, e choraste perante mim, também eu te ouvi, diz o SENHOR. 20 Por isso eis que eu te recolherei a teus pais, e tu serás recolhido em paz à tua sepultura, e os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar. Então tornaram a trazer ao rei a resposta.”

Deus sempre fala mediante a sua palavra, quanta vezes eu já obtive respostas sobre importantes decisões em minha vida simplesmente ao ler e meditar nas palavra da bíblia sagrada. Todas as respostas que precisamos estão na palavra. O Salmos 119:105 diz: Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho.


4°) A PALAVRA DE DEUS TRAZ RENOVAÇÃO (2 RS 23:2 e 3)

“2 O rei subiu à casa do SENHOR, e com ele todos os homens de Judá, e todos os moradores de Jerusalém, os sacerdotes, os profetas e todo o povo, desde o menor até ao maior; e leu aos ouvidos deles todas as palavras do livro da aliança, que se achou na casa do SENHOR.
3 E o rei se pôs em pé junto à coluna, e fez a aliança perante o SENHOR, para seguirem o SENHOR, e guardarem os seus mandamentos, os seus testemunhos e os seus estatutos, com todo o coração e com toda a alma, confirmando as palavras desta aliança, que estavam escritas naquele livro; e todo o povo apoiou esta aliança.”

É incrível ver a mudança que a palavra pode fazer numa geração que se compromete com ela. A renovação realizada no meio do povo de Judá foi profunda, destruindo as formas de culto pagã e levando o povo a renovar sua aliança com o Senhor.
O Apóstolo Paulo entendia esse princípio e em Romanos ele diz: “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus.” E essa transformação só se dá na descoberta da palavra.


Minha oração é que você diariamente descubra o poder e a transformação que a palavra pode causar em sua vida. É maravilhoso saber que o Deus Todo- Poderoso está acessível a nós através de seu Espírito na nova aliança em Cristo Jesus. Então não perca tempo se achegue a Ele e Ele se achegará a você.

Deus te abençoe

segunda-feira, 16 de março de 2009

O que realmente importa?

Escrito por Darlene Zschech


-->
Quando se trata de ser um membro efetivo, ativo e apaixonado de um ministério de louvor,
existem quatro pontos chaves, segundo a líder de louvor Darlene Zschech. Você sabe quais são eles? Melhor ainda, você os possui?
Unidade importa

Salmos 133:1 (NVI) "Como é bom e agradável quando os irmãos convivem em união!". Romanos 15:5 e 6 "O Deus que concede perseverança e ânimo dá-lhes um espírito de unidade, segundo Cristo Jesus, para que com um só coração e uma só voz vocês glorifiquem ao Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo".

DEUS AMA A UNIDADE. Que testemunho maravilhoso à Sua bondade quando Seus adoradores riem juntos, oram juntos e se prostram e vivem uma vida ministerial juntos. Esta é uma coisa rara e preciosa, e Deus diz que se VIVERMOS em unidade, Ele comandará BENÇÃOS para nós. Estar em unidade é uma decisão que TODOS nós devemos tomar sempre. Lute por isso. Faça o que for necessário para ter unidade, porque Deus abençoa isso e Ele responde a isso. Ele requer isso. Colossenses 3:13 e 14 diz para perdoar uns aos outros como o Senhor nos perdoou, COLOQUE AMOR, QUE NOS LIGA JUNTOS EM UNIDADE.

Excelência importa

Nós servimos com excelência, porque conhecemos um Deus excelente, e para dar a Ele qualquer coisa que não seja nosso melhor poderia ser repugnante. Ofereça a Ele o seu melhor, independente do estágio em que o seu melhor está. Não o que você quer que o seu melhor seja, ou o que você desejaria que ele fosse, mas o seu melhor HOJE. O testemunho e o impacto de servir com excelência é como observar o efeito da luz sobre o oceano - ele manda ondas que tocam as vidas de uma maneira que você nunca viu. Muitas pessoas pensam que se eles podem simplesmente pegar os caminhos certos e conhecer as pessoas certas ou se eles tiverem os sons corretos e cantar as músicas que pegam, eles terão encontrado a receita para o sucesso. ISTO É UMA MENTIRA. Nós somos excelentes por causa de Jesus Cristo e SOMENTE por causa dEle. Não se trata de se dedicar ou esforçar-se - se trata de viver para a Glória de Deus. Em 2ª Corintios, Paulo exorta a igreja de Macedônia a viver uma vida excelente em TUDO o que eles fazem - INSPIRADOR.

Determinação importa

Não seja guiado por seus sentimentos. Como pessoas "criativas", nós somos o departamento dos "sentimentos" e pode ser nossa melhor e pior qualidades. É a coisa que o torna brilhante e é a coisa que irá te derrubar, caso isso não esteja sob submissão. Isaías 50:5-7 (NVI) diz "O Soberano, o Senhor, abriu os meus ouvidos, e eu não tenho sido rebelde; eu não me afastei. Ofereci minhas costas àqueles que me batiam, meu rosto àqueles que arrancavam a minha barba; não escondi a face da zombaria e dos cuspes. Porque o Senhor, o Soberano, me ajuda, não serei constrangido. Por isso eu me opus firme como uma dura rocha, e sei que não ficarei decepcionado". Eu amo essa passagem porque mostra determinação. Eu NÃO serei lançado. Eu NÃO serei movido. Eu NÃO me afastarei por causa do medo, insegurança, falta de confiança ou inadequação em meus próprios olhos. Você tem que ser DETERMINADO a simplesmente agarrar-se a Deus e pedir pelo seu milagre, pois Ele quer que isto aconteça muito mais do que você mesmo! Nós precisamos dessa determinação para completar nossa missão. Como parte de um ministério de louvor e adoração, você nunca estará fazendo um "bico" ou um "show". Nós estamos numa missão Celestial.

Ser determinado a ver Seus propósitos completos requer uma resposta de nosso Glorioso Deus.

UNIDADE, EXCELÊNCIA E DETERMINAÇÃO REFLETEM UMA ATITUDE EXCEPCIONAL, mas você não consegue fazer isso por si mesmo. Permita que Deus invada literalmente sua vida - e não somente na igreja, aos domingos. Eu amo a adoração congregacional. Há um poder nisso que é fenomenal. É uma afirmação que ninguém pode negar, mas NADA substitui sua relação pessoal com Deus. Sua experiência congregacional pode te sustentar por um tempo, mas chegará um momento que você não poderá entrar no próximo nível porque você não estará familiarizado com Deus - você não O CONHECERÁ. É uma decisão que VOCÊ precisa tomar e comprometer-se. Você pode saber sobre o amor e a graça de Deus. Mas você realmente O conhece? É Ele o seu melhor amigo? Quanto tempo você gasta conversando com Ele? Existe uma confiança que vem na adoração a Cristo. Quando este caminho entre você e Ele está desgastado, você não está olhando entre os arbustos e pensando, "Como eu chego até Jesus?". Você simplesmente corre até Ele, familiarizado com Seus braços abertos.

Eu fico muito animada quando eu vejo a Igreja dEle nos dias de hoje, porque existe um novo agito. Um novo ânimo. Um novo compromisso em seguir a Deus, independente do custo disto. Então eu encorajo você a não se aproximar simplesmente na sua relação com Deus. Seja comprometido com isso. Trabalhe isso. Passe tempo com Ele. Ele não é o Deus do "simplesmente basta". Ele é o Deus que vai te moldar por Sua grandeza e, como sempre, estará lá, pronto para de dar um beijo dos céus. Seja um adorador que SABE O QUE REALMENTE IMPORTA.

2000 by Darlene Zschech

Este artigo foi originalmente publicado na revista "Hillsong Magazine". Para receber gratuitamente esta revista, entre em contato com este endereço: PO BOX 1195, Castle Hill NSW 1765 Austrália ou através do site www.hillsong.com

Por 18 anos, Darlene e seu esposo, Mark, têm sido uma parte vital da liderança da Igreja Hillsong, em Sydney, Austrália, que conta atualmente com um quadro de membros de mais de 15 mil pessoas. Como uma Pastora de Adoração, Darlene é a supervisora do departamento de Adoração e Artes criativas da Igreja Hillsong. Ela também é diretora associada da Conferência Hillsong que é uma conferência anual de música e liderança


FONTE:
-->www.adoradoresnet.com.br
-->

segunda-feira, 9 de março de 2009

Salmos 105


Quero deixar pra nossa edificação hoje o Salmo 105, que fala sobre as promessas de Deus e sua fidelidade. E também do nosso compromisso de buscar a sua face. Veja o versículo 4 que nos exorta a busca-lo continuamente, buscar o Senhor e a sua força.
Que o Senhor nos ajude a estar a cada dia mais junto dele.


                                   
1 Louvai ao SENHOR, e invocai o seu nome; fazei conhecidas as suas obras entre os povos.
2 Cantai-lhe, cantai-lhe salmos; falai de todas as suas maravilhas.
3 Gloriai-vos no seu santo nome; alegre-se o coração daqueles que buscam ao SENHOR.
4 Buscai ao SENHOR e a sua força; buscai a sua face continuamente.
5 Lembrai-vos das maravilhas que fez, dos seus prodígios e dos juízos da sua boca;
6 Vós, semente de Abraão, seu servo, vós, filhos de Jacó, seus escolhidos.
7 Ele é o SENHOR nosso Deus; os seus juízos estão em toda a terra.
8 Lembrou-se da sua aliança para sempre, da palavra que mandou a milhares de gerações.
9 A qual aliança fez com Abraão, e o seu juramento a Isaque.
10 E confirmou o mesmo a Jacó por lei, e a Israel por aliança eterna,


Deus te abençoe
CARLOS SANTOS

sexta-feira, 6 de março de 2009

O CORAÇÃO DE EZEQUIAS



-->
A paz de Cristo a todos os leitores

Quero falar um pouco hoje de um dos meus favoritos na bíblia, o Rei Ezequias. A própria bíblia diz que Ezequias é um marco em seu tempo, veja no versículo 5 de 2 Reis: “No SENHOR Deus de Israel confiou, de maneira que depois dele não houve quem lhe fosse semelhante entre todos os reis de Judá, nem entre os que foram antes dele.”. Quero tirar algumas lições com a vida desse homem de Deus.
1°) E FEZ O QUE ERA RETO AOS OLHOS DO SENHOR: Ao lermos os capítulos anteriores do livro de 2 Reis podemos observar a desobediência dos Reis de Israel e Judá principalmente sobre os locais de adoração pagã que eram chamados de “altos” (Ver 2Reis 17:9). Esse tipo de culto foi instituído pelo Rei Jeroboão (Ver 1 Reis 12:27~31) quando ele, levado pelo desejo de poder, impede o povo de Deus a adorar em Jerusalém. Esse tipo de culto permanece no meio do povo de Deus por muitas gerações, mas é no reinado de Ezequias que ele é extinto.
Ezequias rompeu com todo o peso do passado por obediência a Deus. Veja no versículo 4 de 2 Reis 18: “Ele tirou os altos, quebrou as estátuas, deitou abaixo os bosques, e fez em pedaços a serpente de metal que Moisés fizera; porquanto até àquele dia os filhos de Israel lhe queimavam incenso, e lhe chamaram Neustã”
2°) NO SENHOR DEUS DE ISRAEL CONFIOU: Um dos maiores livramentos do povo de Israel foi no reinado de Ezequias, quando o Rei de Assíria Senaqueribe sitia Jerusalém e afronta não somente Ezequias, mas o próprio Senhor Deus. Dizendo que Deus não tinha poder para livra-lo de sua mão.
A bíblia descreve que nesse momento de crise o Rei Ezequias confiou em Deus e apresentou ao Senhor sua situação e pelas entrelinhas dos versículos 29, 30 e 31 podemos entender que Ele orientava e encorajava o povo a confiar em Deus.
3°) ELE SE ACHEGOU AO SENHOR: Fala de intimidade com o Deus todo-poderoso! Nos momentos mais difíceis de sua vida ele sabia pra quem recorrer. Tanto na guerra contra a Assíria (2 Reis 18), como no caso de sua enfermidade mortal (2 Reis 20) a palavra relata que o Rei Ezequias se jogou diretamente aos braços do Senhor. Ele se achegava a Deus porque o conhecia de verdade.
Eu quero te desafiar agora a pedir que Deus crie ou aperfeiçoe essas qualidades dentro de você. Talvez você esteja passando por muitas lutas, mas se você deixar Deus moldar seu coração tal qual o coração de Ezequias tenho certeza que o Senhor te dará vitória.
Deus te abençoe muito.
Carlos Santos

terça-feira, 3 de março de 2009

A IMPORTÂNCIA DE DESCANSAR


-->
Passei um bom tempo sem postar porque estava passando as férias. Foi um momento de parar, descansar e recuperar forçar para a jornada que o Senhor preparou para mim em 2009. Deus tem falado ao meu coração que este ano é um ano de conquistas, de colher o que venho semeando a alguns anos tanto no ministério como em minha vida pessoal.

No Salmo 127 diz:
1 Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela.
2 Inútil vos será levantar de madrugada, repousar tarde, comer o pão de dores, pois assim dá ele aos seus amados o sono.

Estive pensando na importância de descansar. Muitas vezes estamos tão envolvidos com a própria obra de Deus que não paramos para repousar ou até mesmo buscar a vontade de Deus. Quantos ministros de Deus estão correndo de um lado para o outro, atarefados com seus afazeres eclesiásticos, sem chegar a lugar nenhum.
É muito interessante que quando paramos para repousar e buscar de Deus o renovo Dele vem sobre nós.
ELE NOS MOTIVA E ALARGA NOSSA VISÃO PARA ENXERGARMOS ALÉM DAS CIRCUNSTÂNCIAS DA VIDA.

Talvez você se sente assim, cansado de estar fazendo a mesma coisa. Mas o próprio Jesus te convida em Mateus 11 verso 28: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” Deus não te chamou para estar estressado e frustrado mas para fazer a vontade Dele e ser feliz.
Achegue-se a Ele agora mesmo em oração!
Deus te abençoe
Carlos Santos